CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

domingo, 19 de setembro de 2010

Visita à Tapada de Mafra

No Domingo passado, a seguir ao almoço, rumámos com destino a Mafra, mais propriamente à Tapada de Mafra.



Seguimos no comboio das 16h num passeio que durou cerca de 2h30m. O comboio dava imensos saltos e havia muito pó no ar mas foi uma viagem muito divertida e engraçada!

Visitámos o Museu dos Coches (a bomboca tirou uma foto numa sela especial para senhoras onde se sentavam de lado). E já agora, sabem a diferença entre um coche e uma carroça??? Lá ninguém descobriu e, quando o guia disse qual a diferença, nós todos pensámos, pois! Dêm lá os vossos palpites...


Vimos o chalé do rei, o espaço que alugam para festas e eventos (lindo, lindo), muitas árvores de grande porte (carvalhos, sobreiros, pinheiros), imensos javalis,  veados e gamos (a diferença entre o veado e o gamo são os chifres. Os do gamo são achatados). Vi e ouvi falar pela 1ª vez em Saca-rabos e Geneta. O Sacarabos deixou-se ver mas não saiu do sítio. A Geneta, não deu ar de sua graça mas, na foto, parece um lince!

Visitámos o Museu da Tojeira onde estão animais embalsamados, peles, chifres, etc. Todos os anos, os chifres dos veados e dos gamos caem para nascerem uns novos. Nesse museu, conseguiram juntar todos os chifres de um veado e de um gamo e estão lá expostos. É muito giro a diferença de ano para ano até à velhice.


A seguir fomos a uma demonstração de falcoaria. Vimos várias espécies de aves, falaram sobre os seus hábitos, o que comem, como se comportam...



Sobre a Tapada:
D. João V, o “Rei Magnânimo” (1706-1750), mandou construir um Palácio-Convento na Vila de Mafra em cumprimento da promessa que fez, caso a Rainha lhe desse descendência.

A Real Tapada de Mafra foi criada em 1747 com o objectivo de proporcionar um adequado envolvimento ao Monumento, de constituir um espaço de recreio venatório do Rei e da sua corte e ainda de fornecer lenhas e outros produtos ao Convento.

Com uma área de 1187 hectares, a Real Tapada de Mafra é rodeada por um muro de alvenaria de pedra e cal, com uma extensão de 16 Km. A Tapada foi dividida em três partes separadas por dois muros construídos em 1828, estando actualmente a primeira, com 360 hectares, sob administração militar.
(texto retirado daqui)
Para finalizar, em 2003, um grande incêndio destruiu 70 a 80% da vegetação! Agora já voltou à normalidade mas ainda se notam muitas das zonas onde a vegetação é menos densa.
Chegámos por volta das 15h30m e comprámos os bilhetes (11€/adulto para passeio em comboio articulado com guia. Para as crianças até 3 anos é gratuito. Existem pacotes e preços especiais)

3 comentários:

♡ Handmade with Love - Bijuteria com significado ♡ disse...

Não conheço muitoooo bem Mafra mas tenho uma amiga que mora lá e é uma cidade que quero visitar com tempo. Acho que tem muita história para contar :)

Romy disse...

Olá Nicas,

O ano pasado também fomos até lá, apanhámos um banho de pó, pelos vistos continua na mesma.
A Rafa gostou, adorou ver os animais, mas ficámos,as nossas Rinites não acharam muita graça a tanto pó, é uma pena que o comboio não tenha condições!!!

1 beijinho

MissBlueEyes disse...

A melhor cidade do pais para se viver, Mafra! Lá já fui tão feliz... :)